Como pedir aumento para o chefe, por Breno Paquelet, especialista em negociação

  1. Prepare-se antes da conversa

O aumento deve ser embasado por dados concretos de realizações, potenciais contribuições adicionais e referências salariais de profissionais em posições similares no mercado. Ao reunir estas informações, você estará mais seguro para estruturar sua argumentação e tomar a iniciativa de negociar o salário.

2.  Agende a conversa olho no olho 

Essa é a típica negociação em que o ideal é que o outro esteja preparado, já tenha refletido sobre o tema e tenha percepções para compartilhar. Ao abordar o seu gestor desprevenido, a tendência é que ele negue o pedido como forma de defesa e acabe dando uma justificativa genérica e rápida.

3. Seja flexível ao negociar

É mais fácil conseguir o aumento se ele for construído em conjunto com seu gestor. Ao apresentar o pedido, justifique sua demanda e se coloque à disposição para discutir formas viáveis de resolvê-lo. Numa conversa, podem surgir soluções criativas com pequeno impacto para a empresa e boas para você.

4. Não desista no primeiro não ouvido

Muitas negociações salariais não se resolvem na 1ª conversa, mas o peso da rejeição acaba desmotivando o profissional. Solicite uma nova data para que vocês conversem e avaliem de forma objetiva se você atendeu aos critérios necessários para fazer jus ao aumento ou se ainda precisa fazer mais.

Autor: Breno Paquelet – publicado no Jornal O Globo – domingo 30/09/18